quinta-feira, 5 de setembro de 2013

LIBRA / CASA 7 / VÊNUS


                                                




As mulheres de Libra têm uma tendência a se relacionar  com pessoas impossíveis (imaginárias).  Isto é uma desarmonia que será questionada.
O signo de Libra (indecisão) opõe-se ao signo Áries( ação).
A Libriana procura parceiro gentil que lhe faça concessões.  Não quer ficar sozinha.
É uma pessoa capaz de exagerar e se sacrificar em obrigações sociais às vezes inúteis, como manter um casamento falido.
Faz o que acha que será bem aceito o ideal, entra em conflito com o que a sociedade espera;
Indeciso, nervoso, argumentativo, desde que não tome decisões;
Vê com o intelecto, mas não vê com o coração;
Na Casa onde está o signo de Libra no mapa é onde queremos realizar ideais românticos e estéticos de amor.



Casa VII:
A Casa VII se associa ao período das 16h até às 18h.
Quando você se relaciona é quando você sai.  Você tem que se mostrar para o mundo.
Rege: Rins, vesícula, ovário, aparelho circulatório e supra renal.
Doenças:Crise de abatimento, pedra na vesícula e retenção urinária.

A Casa VII representa os avós paternos.
Saturno na Casa VII mostra casamento tardio, casamento com pessoa que vai dar trabalho ou casamento com pessoa mais velha.
Muitos planetas na Casa VII  mostra que muitas pessoas vão querer questionar você ou que terá muitos casamentos.

Nas Casas III, VII e XII mostra se tem muitas pessoas em sua vida ou se é sozinha.
A Casa VII sai da individualidade e vê o outro.  Casa da participação social (casamento até associação íntima com qualquer pessoa, negócio ou até mera participação, uma festa e acontecimentos sociais em geral).
Na Casa VII estudam-se os assuntos legais, litígios e nossos inimigos conhecidos.
Na Casa I estudamos o que fazemos no mundo;
Na Casa III - O que fazemos conosco;
Na Casa V - O amor;
Na Casa VII – A harmonia entre as pessoas sem implicar necessariamente em amor. É mais social.
Casas I, IV, VII e IX - Você nasce na I, se estabelece na IV, se relaciona na VII, preenche o seu propósito na X.

A Casa VII pode ser chamada de neurose complementar porque atraímos as pessoas que vem completar nossos problemas.
Muitos planetas lentos na Casa VII  causam dor e constrangimento, porque tem que se resolver forçosamente, tem que ter uma tomada de decisão.  Prepara o indivíduo para uma realização ou fica na plena constância da dor.
A presença de Saturno indica forte presença da dor e isolamento.
Casa VII com muitos planetas indica que os outros tem muita influencia sobre  a pessoa.
Marte na Casa VII é depurador das energias de realização.
Sol na Casa VII propõe a união, torna doce a manifestação do amor.
Lua na Casa VII torna o relacionamento inseguro, emocional e errático.
Marte, Vênus e Mercúrio na Casa VII propõe relacionamentos emocionais.
Saturno na Casa VII é sempre maléfico, sobretudo nos trânsitos.
Urano na Casa VII como vibração de conteúdo violento, traumatizante, dá e tira o casamento repentinamente.
 Plutão na Casa VII representa as transformações profundas, tragédias, mostra as dores e perdas na área do relacionamento.
Trânsito de Saturno é de sete em sete. Mas o real é de 28 em 28 anos. Traz dor no relacionamento.


                                               d  Sol se pondo no horizonte. Superfície.   
                                                                     Sol se levantando no horizonte.


Mito de Libra:
Hera e Zeus discutem que tem mais prazer o homem ou a mulher. Chamam Tirésias para dar a resposta, pois este tinha visto o acasalamento de duas cobras e por isso tinha passado pela experiência de viver os dois sexo (conheceu a polaridade feminino-masculino). Tirésias responde que é a mulher. Hera com raiva o cega. Tirésias na terra se torna um profeta cego.



Vênus

Vênus no mapa mostra se a pessoa é mais ou menos abatida.
Mercúrio depois do Sol a pessoa é impulsiva.
Mercúrio antes do Sol a pessoa consegue se  controlar.
Vênus antes do Sol a pessoa ama antes de se relacionar com o amado.
Vênus depois do Sol num Mapa a pessoa se relaciona antes e ama depois.


          Planeta: Vênus
         Anjo: Anael, Uriel
         Número simples: 7 , figuras regulares
         Cor: Verde
         Aroma: Verbena e Almíscar
         Metal: Cobre
         Pedra: Lápis-Lazúli
         Sacramento: Matrimônio
         Período de vida: Juventude (meio)
         Anverso do Talismã: G
         Reverso do Talismã: Pombo
         Dia da semana: Sexta-feira
         Signo Positivo

Retirado do livro “O  tarô, Manual prático de ocultismo”. Autor: Mouni Sadhu. página:123

VIRGEM E A CASA VI




       
       Na época de Virgem o fruto está pronto para colheita.
      Virgem acha defeito sempre, mas não exige a perfeição, não luta para que esta seja alcançada.
       Capricórnio exige a perfeição e busca meios para alcançar;
       Virgem sente-se vulnerável;
       Segue as normas;
       Se é um Virgem fraco, se torna servil;
       É um eterno aprendiz;


Mitologia:
Os gregos identificavam a constelação da Virgem com  a deusa Astréia (ou Diquê), que representa o princípio da justiça.  De acordo com Hesíodo, ela era filha de Zeus.  Viveu certa vez na Terra, durante a Idade de Ouro, quando não havia contenda ou derramamento de sangue entre os homens.  Sentava-se na companhia das pessoas do povo, e reunia os mais velhos no mercado para incitá-los a obedecer às leis da natureza.  Porém, com a gradual corrupção dos homens, Astréia adquiriu ódio pela raça humana, devido a seus crimes, e deixou a Terra para sempre, voando aos céus para se juntar a seu pai Zeus e tornar-se a constelação de Virgem.  Para Hesíodo, a figura de Astréia é severa e punidora dos crimes.
Parece que ela é uma imagem da ordem intrínseca da natureza, e seu desgosto pela humanidade é uma imagem mítica da tradicional aversão de Virgem pela desordem, pelo caos e pelo desperdício de tempo e matéria. ... Tudo tem sua hora e seu lugar no domínio da deusa Astréia; toda forma natural do universo tem seu respectivo ciclo e valor. ... Virgem se incline ao ritualismo e a uma visão da vida em que é preciso restaurar a “justiça”.
Complexo, realmente;  Virgem parece incorporar um profundo paradoxo, uma combinação da Astréia honrada e quase pudica, lado a lado com as deusas meretrizes das orgias lunares da Ásia Menor.  
Esse paradoxo coloca um enorme conflito para Virgem, e é desse conflito que surge o padrão de desenvolvimento do signo.  Quer se manifeste através do choque entre a vida pessoal e profissional, entre o casamento e a independência (um tema comum), entre a espiritualidade e o materialismo, entre a moralidade e o abandono, Virgem luta com esses opostos a vida toda, tentando abranger os dois.  Muitas vezes o virginiano tenta incorporar um enquanto sacrifica o outro, o que geralmente causa dificuldades, pois o destino do signo parece não permitir essa divisão.
Contrariamente às descrições populares de Virgem, creio que esse paradoxo constitui o verdadeiro cerne do signo.  Mas é difícil de alcançar, assim como a procura do Graal é difícil para Leão, a reconciliação dos opostos para Gêmeos, a domesticação do touro para Touro, e assim por diante.
Os virginianos dos dois sexos muitas vezes se vêem no dilema de ter de escolher entre o caminho seguro, bem pago e, em última análise, estéril da submissão externa, e o caminho fértil, mas  freqüentemente solitário, da lealdade interna.
O par Deméter- Perséfone, visto que essas duas figuras, mãe e filha, estão intimamente associadas à Virgem.  Assim como Leão é um conto de pai e filho, Virgem pode também ser um conto de mãe e filha.  Mesmo que o homem de Virgem vivencie essas figuras através da anima e das mulheres de sua vida, nem por isso o mito é menos relevante.  Deméter e Perséfone formam uma unidade, o paradoxo da mulher enquanto virgem e mãe....

Livro “A Astrologia do destino”. Auror: Liz Greene. página:191


A sexta casa - Trabalho e saúde

         A casa VI é associada à carta IX do Tarô- O Eremita


A 150° graus de distância do ponto original, a energia individualizada e personalizada se encontra num estado avançado de experiências no plano da terra.  Abrem-se os portões de virgo e é chegado o momento da energia - forma nascida, protegida, sociabilizada, iniciada e evoluída se posicionar para a casa da percepção (Rudhyar) ou ciclo de reajustamento.  Esse espaço traz a crise de virgo.

O conteúdo metafísico da Sexta Casa é de raro esplendor.  A virgo representa a mulher dando a luz, nua alusão à mãe do Cristo, virgem intacta, como a única mulher capaz de suportar a prístina presença do filho de Deus.

O passo Yod exprime, em Síntese, o espaço-tempo capaz de suportar o Cristo Solar em sua fase de preparação para o nascimento Libra do Universo -terra.

A sexta casa, numa referência arquetípica, consagra a mulher a ideia prístina e primordial do trabalho.  O primeiro trabalho na terra é criar e procriar;  para a mulher, ao dar a luz, cria e faz a primeira relação de  troca-contra a fome a Spica ou espiga da fartura e da benfeitoria fecundada na terra generosa.  Nesse sítio será concebido o ser universal que irá oferecer o seu corpo e sua energia a outros corpos e outras energias.

Por ser uma casa cadente, situada entre 150 e 180 graus, a Sexta Casa revela o último momento da energia abaixo da linha do horizonte.  Ali metafisicamente, o Ângulo não mais beneficia os resultados físicos, visto que o sol físico ultrapassou o poente, estando no horário astronômico entre 18:00 e 20:00 h.  O fluido vital solar desapareceu e o fluido vital lunar ainda não se tornou pleno.  Aos olhos do iniciado é o momento  de expressar planos, trabalhos e projetos para o futuro.  Contudo, ao olho do leigo, é momento difícil, pois é o sítio onde o campo eletromagnético apresenta substancial perda, inexistência ou nulidade.  Consideramos tal premissa, por ora, face ao plano astronômico apresentar o momento da terra nem de dia, nem de noite.  Os luminares são fracos.

Virgem tem por objetivo revelar o verbo na forma.  A alma e o corpo percorrem juntos, o passo do Eremita.  O lema da sexta casa é servir, e o Eremita, enfraquecido na posição solar atua, serve, cura, pois está além do limite objetivo imposto:  Comer o pão com o suor do teu rosto.

A sexta casa revela o trabalho e a doença, pois  refere-se ao serviço como remédio para transformação do Homo Sapiens individual em Homo Cosmicum transpessoal.  Trata-se de um local de sofrimento onde a dor, como crise deve acontecer, caso o homem não saiba como sofrer, pois ao contrário, quando se sabe, terá o poder de não sofrer.

Virgem prepara o homem para a grande missão, como eremita, no plano do sol, mas o protege, segura, e o impede no plano da lua.  Esta casa marca o fim da personalidade-lunar (Casa I a VI) e o início da personalidade-solar (Casa VII a XII).

O Sol, na Sexta Casa, fisicamente se encontra abaixo da linha do horizonte e em tal sítio se encontra lânguido e enfraquecido, pois não está nem ausente nem  presente.  Os seus raios decodificam as cores finais do espectro, e o Violeta se torna o raio da cura.

Se, neste sítio, o Sol mostra-se lânguido e propício a doenças, pois há enfraquecimento vital, também acarreta vigorosa força psíquica, notadamente para a cura, ou para expressar o primeiro dos poderes que o homem deve esforçar e possuir: o poder de trabalhar.

A presença do Sol na Sexta Casa (presença adâmica) diz que a proposta principal é para o nativo se apresentar como pai e mestre de seus negócios, que a rigor se caracteriza pela sua livre iniciativa.  Nesse sítio, onde o campo eletromagnético é fraco, o Sol propõe direção e mando com liberdade, em iniciativas que requeiram rapidez, decisão e coragem e, sobretudo destinadas à proteção social.  As funções solares se ligam especificamente à proteção, socorro e manutenção.

A Lua na Sexta Casa, se torna subserviente, ensejando dificuldades de direção e mando.  Há quase um impulso feminino para estar orientado pelos outros.

Por estar basicamente espacializando as qualidades mentais de vez que a Sexta Casa é o útero da Sétima, ali tem força subconsciente com relação aos valores objetivos ou coletivos do ser humano  Dir-se-ia que a Lua age como um impulso subconsciente da futura união do ser e de tal modo que ela se torna extraordinariamente passiva e feminina, por vezes com mais força que alguns planetas que atuam na própria sétima casa.

A Sexta Casa traz o binômio trabalho-saúde.  Em questões de saúde física, a Sexta Casa terá sua compreensão profunda através do signo da cúspide.  A chave está no planeta regente da cúspide da Sexta Casa.

Os planetas pessoais (Mercúrio, Vênus, Marte e Lua) desvitalizam ou desmagnetizam o corpo físico, expondo-os às enfermidades, face aos excessos emocionais de servir ao corpo e servir aos outros.

Os planetas transpessoais (Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão), sobretudo Saturno e Urano, exigem que o serviço não seja subordinado, face, a sabedoria e lideranças apropriadas para servir e curar.

Netuno e Plutão, mais ainda, alargam horizontes metafísicos, cujos planos vão do servir mediúnico, em suas linhas populares, até serviços de abnegação.

Plutão revela sempre a angústia de servir e o poder de cura.  Solitário na Sexta Casa, age como um espelho do grande médico do passado e que, em compulsão, se bate, no útero da virgem, para se instalar outra vez.  Há um tempo de sofrimento e demora, até que  o ciclo se abre e muitas vezes oferece caminhos de cura, não mais na expressão comum, porém alternativa.  No entanto, fato é, antes de curar, tem que se iniciar.

O Nódulo Lunar ou Cabeça do Dragão na sexta casa é pela aceitação de uma vida de sacrifícios, com missão do ego que não deseja apenas viver do poder do passado (Segunda Casa).  Aceitar o carma do trabalho, sobrepujar as vicissitudes da vida e servir com sabedoria acima e além dos obstáculos planetários.

         A Casa VI tem ligação com intestino e representa as doenças agudas, já a Casa XII representa mais doenças crônicas.

           Nas casas mutáveis vemos as doenças e a saúde. (Casas III, VI, IX e XII)

           Sol na Casa VI ou XII mostra muita renúncia. Carma de tempo
           Na Casa onde tem Virgem só se consegue algo com método e disciplina.

           Na Casa VI você pode saber como vão ser seus empregados.
           O planeta que estiver na Casa VI mostrará a natureza da sua doença.

       Signo fixo na Casa VI mostra tendência a conviver tempo de mais com o problema
         O Mercúrio Virginiano era conhecedor dos segredos e mistérios e adorado como apaziguador.  Aparece também como Hermes, pai da ciência.

          Planeta mais rápido é que vai mandar aspectos para o outro planeta.

         Mercúrio retrógrado - pessoa fica introspectiva, estudiosa, apresenta problemas de fala, ligações com Fonoaudiologia.  Uma pessoa que tem Mercúrio não retrógrado vai ter uma fase da vida que o Mercúrio será retrogrado (Progressão).
          Mercúrio representa a idade do 5 aos 14 anos.

       Planeta ou signo na Casa VI mostra evento relacionado a trabalho e sugerem tarefas para as quais temos melhor potencial, por exemplo: Júpiter ou Sagitário na Casa VI mostra que a pessoa pode ser agente de viagens.

          Casa VI mostra como você se comporta no trabalho
          Casa VI mostra como será seu comportamento perante o seu dia-a-dia.

        Se for Signo Cardeal (Áries, Libra, Capricórnio, Câncer) na Casa VI resolve o problema mais rápido.  Áries é que resolve tudo mais rápido dos cardeais.  Câncer corre para casa quando tem problemas, come muito.  Tende a resolver os problemas, pois enquanto não resolver, o emocional não sossega.  Capricórnio disseca tudo até resolver o problema.
        Libra no primeiro momento tem dúvida, mas quando resolver não volta atrás.

         Signos fixos ( Touro, Escorpião, Aquário, Leão) .
       Na casa onde Escorpião estiver tem que ser algo eliminado se não morre. Se for Escorpião na Casa VI morre mesmo.

         Casa X onde eu trabalho para  o social ver.  Imagem definida para o mundo.

         Escorpião esconde o que vê de ruim.

        Aquário na Casa VI mostra uma pessoa errática, indisciplinada, não é bom signo para resolver problemas. Tem tendência a ter problemas com muito sal. Signo fixo segura e mantém o problema.

         Signos mutáveis fingem que o problema não existe.

       O signo de Gêmeos na Casa VI fala muito mas não resolve.  Passa a bola para outro resolver. Gêmeos na Casa VI na hora de comer, adora cozinhar, mas na hora de comer fala e não come.

        Virgem na Casa VI preocupado com o problema, mas não resolve.  Criterioso para comer.
           Leão na Casa V dá valor ao preparo da comida.

         Sagitário na Casa VI - foge do problema, otimista demais, não presta atenção aos detalhes.  Precisa consultar um especialista.  É freguês de cartomante.  Alimentação: glutão, Sagitário tem boca grande.  É exagerado, promiscuo na forma de se alimentar.  Tendência a ter língua branca e problemas de fígado.

         Peixes na Casa VI traz a depressão, Libra como Ascendente por fora lindo por dentro podre.  Foge da realidade, não vê como a realidade é.  Peixes- soluções místicas.  Se envenena bastante, pois não come sem beber bebida alcoólica.  Não lembra se comeu.

        O planeta na Casa VI mostra a vitamina e alimentos que  devem ser ingeridos diariamente.
           Planeta na Casa XII vitamina de tempos em tempos

           Sais do signo onde  Saturno está e onde aspecta mal.

           Signo na Casa VI e Casa XII - vitaminas.

           Vitaminas contra stress = B12 e vitamina C

        A Casa VI com quadratura com a Casa III mostra trauma de infância, pode aparecer com colegas de trabalhos ou cônjuges.

         Cauda de Dragão ou Nódulo Norte na Casa XII não deve mexer com espiritismo.




A Alimentação:

      Casa V será o que vem da cozinha da pessoa do mapa.
      Áries na Casa V comida de preparo rápido, problemas de fígado.
      Câncer na Casa V a comida tem valor emocional.
      Casa VI como será o sentar a mesa para esta pessoa.
      Casa VII como será distribuída a comida.
      Casa VIII como será eliminada.

      Touro come grama, é um comilão;
      Leão diz que não tem problema;
      Escorpião espera o limite máximo para transformar;
      Aquário pensa muito.

      Leão aprecia comidas caras; Leão não come, janta
      Escorpião tem problema com limite, comidas picantes e restaurante escurinho.
      Libra na Casa V vai pela aparência do prato, não se aprofunda muito no que come.

         Planeta: Mercúrio
         Anjo: Rafael
         Número simples: 8 Caduceu
         Cor:  Multi-colorido
         Aroma:  Mástique
         Metal:  Mercúrio
         Pedra:  Esmeralda e Ágata
         Sacramento:  Confirmação
         Período de vida:  Passagem para a maturidade
         Anverso do Talismã:  Caduceu alado
         Reverso do Talismã: Cabeça de um cachorro
         Dia da semana:  Quarta-feira
         Signo Neutro

Retirado do livro “O  tarô, Manual prático de ocultismo”. Autor: Mouni Sadhu. página:123





LUA FORA DE CURSO LFC

Hoje vamos falar sobre um fenômeno astrológico muito comum e que afeta a todo mundo gerando muita curiosidade.  A Lua está sempre em m...